Procurador Regional da República realiza aula inaugural de Pós-graduação em Direito Penal e Processo Penal

Na última sexta-feira (29.03) aconteceu a aula inaugural da Pós-graduação em Direito Penal e Processo Penal realizada pelo Grupo Atame. Para ministrar o primeiro módulo, foi convidado o Procurador Regional da República, professor, doutor e mestre em direito constitucional pela PUC/SP, Luiz Carlos dos Santos Gonçalves. Também estiverem presentes na abertura do curso, o secretário geral adjunto da OAB/MT, Fernando Figueiredo, o presidente da Escola Superior de Advocacia (ESA/MT), Bruno Cintra e o presidente da Comissão de Penal e Processo Penal da OAB/MT, Leonardo Bernazzolli.

 

“Cumprimento e agradeço aos profissionais presentes aqui neste curso e ao palestrante de hoje, o procurador, Luiz Gonçalves por nos prestigiar em nossa casa. Pode ter certeza que estaremos sempre com portas abertas para receber o seu conhecimento”, disse Cintra agradecendo ainda o grupo Atame por mais uma parceria com a ESA/MT e a Comissão de Penal e Processo Penal que muito contribui para a realização de eventos dessa área.

 

O procurador falou sobre as inúmeras mudanças na Lei brasileira em relação a crimes, principalmente no Código Penal, as alterações que estão sendo chamadas de lei anticrime. Outros assuntos também foram abordados, como

temas atuais de direito penal e direito processual penal, recentes alterações legislativas e julgados do STF e STJ em matéria penal e processual penal.

 

“É um prazer estar em Cuiabá. Tenho um apreço imenso por essa cidade.  Assim que recebi o convite, não me hesitei em aceitá-lo. A Atame tem sido parceira minha há muito tempo. Ela tem cursos em graus de excelência”, declarou Gonçalves complementando que “quando duas instituições como essa, Atame e ESA resolvem fazer algo, a gente tem que dar atenção”.

 

Da mesma forma, agradeceu o coordenador geral do Grupo, Ildo Faccio, ao palestrante pela disponibilidade, e a parceria de sempre da ESA/MT e da OAB/MT. “Sem o apoio de vocês o nosso curso não tem a mesma importância. Com certeza todos aqui voltarão ao trabalho com muito mais conhecimento agregado”, finalizou ele.

 

ComunicArte
Assessoria de Imprensa/Grupo Atame